ESTUDOS BIBLICOS







Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas



sexta-feira, abril 16, 2010

Série: Adornando a Noiva.

1ª Pedra - Sárdio

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”.

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.
Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.
Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA DA DECEPÇÃO
· DESLIGAR-SE DA AMARGURA - João 11: 1-44
· ENFEITAR-SE COM ALEGRIA - SÁRDIO (Êxodo 28:17)


1ª Pedra falsa - A DECEPÇÃO (versos 21 e 32)
Duas irmãs, amigas de Jesus, sabiam de Seus poderes de cura, agora estavam tristes, decepcionadas com o Único amigo que poderia ajudá-las: curando o seu irmão.
Agora, depois de alguns dias que recebera a notícia, Jesus chega à aldeia e encontra-as ali demonstrando a sua decepção.
(DECEPÇÃO: FRACASSO DE UMA ESPERANÇA).
Em suas palavras elas estavam dizendo: Jesus, você nos abandonou, Jesus você foi ausente, agiu com descaso. Não deu importância àquelas pessoas que, pensávamos, considerava como amigas.
Jesus já havia dito à Marta que Lázaro ressuscitaria, mas a sua decepção pela ausência do Mestre não a deixava ver que atrás daquela pedra havia alegria.
As pessoas que estavam tentando consolá-las também estavam decepcionadas com Jesus, veja a seguir, ainda em João 11:36-37

Alguns tentaram ver algo de bom por traz da decepção, tentando justificar, dizendo: “Não, mas Ele amava a Lázaro”, mas outros já estavam com amargura.
Até tentaram consolar suas amigas, mas saíam de suas bocas palavras de amargura, de decepção.
Foi aí que Jesus mandou tirar a pedra.
Muitas vezes em nossas vidas a decepção tem nos cegado e não podemos enxergar atrás desta pedra dura, pesada, que traz um sentimento de abandono, auto-piedade e rejeição. A pedra da decepção.
Jesus não havia abandonado Marta, Maria e nem mesmo a Lázaro, mas, como está escrito na Segunda carta de Pedro 3:9, o Senhor não retarda a Sua promessa. Ele vem sempre no momento certo.
E hoje é o momento certo de retirarmos a pedra da decepção.

DESLIGANDO-SE DA AMARGURA
Quando Lázaro foi ressurreto, muitos, com certeza, ficaram espantados, e felizes.
Quando damos o passo para nos limparmos da decepção, sabedores que o Senhor nos ama e não nos decepciona e que, se o homem nos decepcionou, podemos, no Senhor, perdoar, então encontraremos a paz e alegria. Mas Jesus continuou: Desligai-o, desamarrai-o.
A decepção havia deixado aquelas pessoas amarguradas, tristes. Não pense que só liberando o perdão, “obedecendo” ao Senhor, você vai ficar livre. Você precisa desatar a amargura, arrancar a amargura dentro de você.
Agora havia a necessidade de desatar, não somente a Lázaro, mas também aos presentes ali.
Desatar a amargura que a decepção havia trazido.

ADORNANDO COM SÁRDIO – ALEGRIA
Em Êxodo 28:17 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo e sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.
O Sárdio é uma pedra preciosa, da cor vermelha, a primeira da primeira ordem das doze pedras do sumo-sacerdote, e a Sexta dos doze fundamentos na Nova Jerusalém (Ap. 21:20).
O vermelho do sárdio representa a alegria, representa o vinho novo que Jesus quer derramar sobre a sua vida.

A alegria de viver na força do Senhor e em liberdade.
Quando Lázaro foi liberto, com certeza, ele correu para abraçar Jesus.
Se sinta abraçado pelo Senhor Jesus Cristo hoje, como noiva adornada da alegria do Senhor.

2ª Pedra - Topázio

INTRODUÇÃO:
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.
Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.
Não com enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS:
· RETIRAR A PEDRA DA INCREDULIDADE.
· DESLIGAR-SE DOS QUESTIONAMENTOS (João 11: 1-45).
· ENFEITAR-SE COM FÉ – TOPÁZIO (Êxodo 28:17).

1ª Pedra falsa: INCREDULIDADE:
“Declarou-lhe Jesus: Teu irmão há de ressurgir. Eu sei, replicou Marta, que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia” (JOÃO 11:23 E 24).

Jesus acabava de dizer à Marta: “Teu irmão HÁ DE RESSURGIR”. Mas ela, pela incredulidade, não conseguia ver solução.

Apesar de ver tantos milagres, apesar de ter recebido o Mestre em sua casa, de ser sua amiga, A ansiedade não PERMITIA que ela cresse que o Senhor pudesse fazer algo agora.

A pessoa incrédula pode até trabalhar na Casa do Senhor, mas não acha que Ele poderá fazer algo.

Marta recebeu JESUS em sua casa, trabalhou para que Ele tivesse um conforto, mas não cria em Suas palavras.

A pessoa incrédula pode ser muito ativa, mas nunca para e ouve.

Enquanto Marta estava trabalhando, Maria estava aos pés do Senhor.

Não se engane: Trabalhar na Casa do Senhor não significa que você crê nEle.

A pessoa incrédula sempre argumenta (veja João 11:39), mesmo quando o Senhor fala “TIRAI A PEDRA”, Marta argumentou: “SENHOR, Já cheira mal, PORQUE É DE QUATRO DIAS”.

A incredulidade faz com que não vejamos o que Deus quer nos dar.

2ª Pedra falsa: QUESTIONAMENTOS:
“Mas a serpente, mais sagaz que todos os animais selváticos que o SENHOR Deus tinha feito, disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais. Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal. Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu” (Gênesis 3:1- 6).

Satanás, quando conversou com Eva, a fez pensar que o Senhor é mentiroso, que não cumpre as Suas Palavras, que é bobo e que não vê nada.

Ele começou com um questionamento e terminou com uma afirmação.

Senhor nos ama e não quer que sejamos enganados, ludibriados e levados por questionamentos, por vãs filosofias, por falsas doutrinas, por sutilezas.

Mas Jesus continuou: Desligai-o, desamarrai.

Agora havia a necessidade de desatar, não somente a Lázaro, mas também aos presentes ali. Veja o verso 45: “Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo visitar Maria, vendo o que fizera Jesus, creram nele”.

Desligue-se dos questionamentos e o Senhor fará grandes coisas em sua vida, a ponto de todos que virem você, virem a sua vida, creiam em jesus.

ADORNANDO COM TOPÁZIO - FÉ:
Em Êxodo 28:17 vemos a roupa do sacerdote. TOPÁZIO = FÉ.

Hoje nós, como noiva de Cristo, SENDO sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

O Topázio é uma pedra preciosa, da cor amarela, a cor do ouro.

A Segunda da primeira ordem das doze pedras do sumo-sacerdote, e o Nono dos doze fundamentos na Nova Jerusalém: “... o quinto, de sardônio; o sexto, de sárdio; o sétimo, de crisólito; o oitavo, de berilo; o nono, de topázio; o décimo, de crisópraso; o undécimo, de jacinto; e o duodécimo, de ametista” (Apocalipse 21:20).

O Senhor quer lhe dar escudos de ouro como deu a Davi, quando da derrota do rei Hedadézer:

"Davi pôs guarnições na Síria de Damasco, e os siros ficaram por servos de Davi e lhe pagavam tributo; e o SENHOR dava vitórias a Davi, por onde quer que ia. Tomou Davi os escudos de ouro que havia com os oficiais de Hadadezer e os trouxe a Jerusalém. Tomou mais o rei Davi mui grande quantidade de bronze de Betá e de Berotai, cidades de Hadadezer. Então, ouvindo Toí, rei de Hamate, que Davi derrotara a todo o exército de Hadadezer, mandou seu filho Jorão ao rei Davi, para o saudar e congratular-se com ele por haver pelejado contra Hadadezer e por havê-lo ferido (porque Hadadezer de contínuo fazia guerra a Toí). Jorão trouxe consigo objetos de prata, de ouro e de bronze, os quais também o rei Davi consagrou ao SENHOR, juntamente com a prata e o ouro que já havia consagrado de todas as nações que sujeitara” (2 Samuel 8:6-11).

Estes escudos refletirão o Sol da Justiça, Jesus Cristo, nos olhos do inimigo e o cegarão.

ESCUDO DA FÉ AUMENTA A FÉ.


3ª Pedra - Carbúnculo

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA DA FALTA DE PERDÃO
· DESLIGAR-SE DO PASSADO (Mateus 18:15-22)
· ENFEITAR-SE COM AMOR – CARBÚNCULO ( (Êxodo 28:17)

Pedra falsa – FALTA DE PERDÃO

A igreja ainda está acostumada a ver Mateus 18 como um texto de disciplina: “Aquele irmão pecou, vamos desligá-lo”, mas, ao invés disso, Jesus está nos falando para perdoar.

Muitas vezes nos é mais fácil desligar-nos de alguém a quem nos fez mal. Desligar fisicamente, mas não emocionalmente.

No texto apresentado vemos que Jesus está nos mandando perdoar. Mais do que perdoar, insistir em perdoar.

Está comprovado cientificamente que a pessoa que não consegue perdoar poderá apresentar sintomas variados desde dores de cabeça até câncer.

Geralmente a quem você ama é que consegue lhe ofender.

Quem não perdoa:

* Não esquece o passado
* Dorme e acorda pensando no que o outro fez
* Está preso, carregando um peso.
* Todos percebem, pois ele sempre comenta sobre o fato, expondo assim as suas feridas purulentas
* Está cego e não consegue enxergar o outro e acaba sendo atormentado por demônios (veja a parábola do credor incompassivo – Mt. 18:35)

Quando Pedro perguntou para Jesus quantas vezes ele deveria perdoar, ele mesmo já veio com a resposta: sete. Talvez ele pensasse em Caim (Gn. 4:15, se Deus foi capaz de perdoar a Caim 7 vezes, então, se quero ser “bom” tenho que perdoar 7 vezes). Lameque (em Gn. 4:23 e 24) quis ir além e matou 2 pessoas por coisas corriqueiras, como um pisão no pé ou um arranhão, ele então disse: “Bom, se Deus perdoou Caim 7 vezes, a mim perdoará 70x7. Lameque foi cínico. Muitas vezes tentamos ludibriar a Deus, com cinismos deste tipo, dizendo: “Se Deus é perdoador, eu posso pecar, e depois Ele me perdoa, afinal, ‘Deus é amor”

Deve-se haver perdão em todas as instâncias, inclusive no casamento. Quando Jesus disse sobre o divórcio, em Mateus 19:4-8, Ele disse que Móises só permitiu o divórcio por causa da dureza do coração. Até a razão que Jesus deu para o divórcio poderá ser eliminada, se houver perdão.

Perdoe-se. Uma mulher, por não se perdoar, tendo cometido vários abortos, achou que o seu único fim seria a morte e tentou o suicídio. Deus a libertou e ela se libertou e hoje é uma serva ativa na Casa do Senhor. (essa sou eu).

Tire hoje a pedra da falta de perdão.

Quando Jesus respondeu à Pedro 70x7, Ele estava indo além de Lameque, não o perdoar por perdoar, mas o perdoar e abençoar. Como? Desligando as ataduras do passado.

DESLIGANDO-SE DO PASSADO
A nossa pedra de hoje é o carbúnculo. O carbúnculo, na medicina, é uma infecção necrosante da pele e tecido subcutâneo, que produz lesão com secreção purulenta. Doença que produz feridas purulentas, produzida pelo ANTRAZ (Dic. Aurélio e Larousse – vol. 5).

Quando você não consegue perdoar, você é atormentado e, como vimos, tanto espiritual, como fisicamente, você poderá ter carbúnculos (feridas purulentas)

Isaías 43:18-19 – Não se lembre mais do passado, o Senhor quer lhe trazer à luz e você louvará ao Senhor livremente.

2 Cor. 5:17 diz que “SE você está em Cristo, é nova criatura, as coisas velhas se passaram e tudo se fez novo”. Existe uma condicional para se desligar do passado, é estar em Cristo.

ADORNANDO COM CARBÚNCULO - AMOR
Em Êxodo 28:17 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo, sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

O Carbúnculo é uma pedra preciosa, da cor vermelha, é uma espécie de rubi com um brilho muito intenso, é considerada a mais preciosa dos rubis (Enciclopédia Larousse –vol5) a Terceira da primeira ordem das doze pedras do sumo-sacerdote.

O vermelho do carbúnculo nos faz lembrar do sangue de Jesus, que foi derramado na cruz do Calvário, o sangue que nos limpa de todo o pecado. O sangue que simboliza perdão, transformando o sujo em limpo. O sangue puro que simboliza o amor supremo de Deus por nós, que deu o Seu Único Filho para nos salvar.

Em Isaías 54:11-12 o Senhor nos mostra que quer tirar de nos a tormenta (lembre-se: quem não perdoa é atormentado). Tirar as feridas e colocar fortalezas de rubi e porta de carbúnculo. Não o carbúnculo doença, mas o carbúnculo pedra preciosa.

Ap. Valnice Milhomens, em seu livro “Personalidades Restauradas” diz: “As portas são o lugar onde exercemos nossa autoridade, manifestamos nossa vontade, fazemos nossas escolhas e tomamos nossas decisões”.

Hoje é o dia da decisão: Você quer ficar com a ferida purulenta da falta de perdão que o inimigo teima em colocar em sua vida, fazendo-lhe lembrar constantemente do passado ruim, ou fechar a porta com a pedra mais preciosa entre os rubis. A escolha é sua.


4ª Pedra - Esmeralda

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA DA DEPRESSÃO
· DELIGAR-SE DA AUTOPIEDADE (I Samuel 1:1-18)
· ENFEITAR-SE COM FERTILIDADE – ESMERALDA (Êxodo 28:18)

Pedra falsa – DEPRESSÃO
Depressão: abaixamento de nível por pressão; debilitar-se.

Ana era uma mulher deprimida. E, se você vivesse nos tempos em que ela viveu e no meio do povo em que Ana vivia, daria toda razão a ela.

A sociedade exigia que a mulher tivesse pelo menos um filho, e Ana não tinha nenhum. Isso deu direito a Elcana, seu esposo a ter uma outra mulher, Penina, que tinha filhos e atormentava Ana.

Ana era amada, tinha o melhor de seu esposo, mas continuava deprimida. Segundo alguns psicólogos, a depressão, apesar de haver fatores externos, não é externa, não são fatos externos que a geram, mas sim fatos internos. A pessoa internaliza situações e então fica deprimida. Olhando para baixo.

A depressão, segundo a psicologia, é genética, ou seja, o indivíduo carrega uma predisposição para deprimir-se.

Além da genética, segundo a psicologia, a pessoa também pode ter aprendido a deprimir-se. Ela, em algum ponto de sua vida, se escondeu de algo, e sempre quando há algum problema, se esconde.

As pressões que Penina causava à Ana lhe faziam mais deprimida, e não engravidava.
É um círculo vicioso: Ana não engravidava, sofria pressão de Penina, ficava deprimida e não engravidava.

Quando se está deprimido, não se tem vontade de comer, a esterilidade é fatal!
Talvez você pense: “Eu preciso levar pessoas a Cristo”. Isso é verdade! E o inimigo diz: “Eu estou levando mais pessoas para o inferno do que você” e você, pela pressão do inferno, se abate, não se alimenta da palavra de Deus e fica mais estéril ainda.



DESLIGANDO-SE DA AUTOPIEDADE.
Enquanto você se sentir coitadinho, dizendo “nada dá certo prá mim”, “minha vida é uma água”, etc, etc, etc. Você vai continuar estéril e Penina vai continuar zombando de você.

Hoje o Senhor quer que você seja liberto da Auto-Piedade.

Veja o verso 9-19 - Ana resolveu se alimentar e resolveu orar. E quando alguém resolveu julgá-la, ao invés de ficar chorando e se encolher em seus problemas, ela disse para o sacerdote o que estava acontecendo. Ana estava se desligando da autopiedade.

Veja que Ana não tinha ficado grávida, não tinha tido relações com seu marido e, muito menos, tinha tido um filho. Mas “o seu semblante não era mais triste”.

Foi diante do Senhor que Ana, tirou a pedra da depressão e desatou toda amarra de autopiedade. Ana já era uma nova mulher.

Ana estava pronta para adorar ao Senhor, pois foi diante d’Ele que Ana se abriu.
Asafe, no Salmo 73, estava deprimido e injuriado, achando que era o último dos coitadinhos, até que ele foi diante do Senhor e entendeu todas as coisas.

ADORNANDO COM ESMERALDA – FERTILIDADE.
Em Êxodo 28:18 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo e sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

A Esmeralda é uma pedra preciosa, da cor verde, a primeira da Segunda, da ordem das doze pedras do sumo-sacerdote e o quarto dos fundamentos da Nova Jerusalém (Ap. 21:19)

O verde simboliza as plantas, também simboliza crescimento, fertilidade.

Uma árvore madura dá frutos. Um servo de Deus maduro dá frutos. Alguém cheio de melindres e “dodóis” não está maduro, mas hoje o Senhor que nos ajudar a arrancarmos a pedra falsa da depressão, nos desligarmos das amarras da autopiedade e nos adornarmos da fertilidade que vem d’Ele.

Ana deu à luz ao último dos juízes, ao fundador da monarquia em Israel, a um grande profeta que ungiu a dois reis. Que bom que Ana resolveu buscar ao Senhor!

O Senhor está querendo lhe ajudar a tirar a pedra da depressão e se desamarrar da autopiedade para que você cresça e seja fértil


5ª Pedra - Safira

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA DA DESOBEDIÊNCIA (2 Re 4:1-7)
· DESLIGAR-SE DA DÍVIDA FINANCEIRA (Malaquias 3:6-12 e 2 Cor. 10:6).
· ENFEITAR-SE COM OBEDIÊNCIA – SAFIRA (Êxodo 28:18)

5ª Pedra falsa – DESOBEDIÊNCIA
Vemos em nossa história que a mulher obedeceu e, mais do que isso, ela FECHOU A PORTA (2 Reis 4:4). Pare de reclamar sobre os seus problemas, obedeça e feche a porta para as soluções humanas, como agiotas, bancos, empréstimos familiares, busque ao Senhor, retire a pedra da desobediência. Se aquela mulher tivesse parado para pensar naquela loucura que o profeta estava mandando que ela fizesse, ela teria ficado sem os seus filhos e, provavelmente, morrido de fome.

Em 2 Cor 10:4-6 Vemos que o inimigo tenta colocar em nós raciocínios contra a Palavra de Deus, como: “Bom, esse dinheiro é muito alto, a igreja não precisa tanto” ou ainda “Não vou dar dinheiro para pastor”.

Mas Paulo, usado pelo Espírito Santo de Deus, nos ensina a vingar, punir, desforrar toda desobediência através da obediência.

Quando você tirar a desobediência de sua vida, você poderá viver as bençãos do Senhor, mas antes precisa-se desatar da conseqüência da desobediência, a Dívida Financeira.

Muito se tem pregado sobre prosperidade e até se deturpado a Palavra de Deus, sugerindo-se trocas, barganhas quanto aos dízimos.

Em Deuteronômio 28, temos as bençãos decorrentes da obediência, porque Deus é Deus de amor, e está sempre pronto a nos abençoar, e os dízimos são parte desta condição.

O dízimo é uma ordenança (Lv 27:30-33). Quando obedecemos ao Senhor por amor, e com alegria, como Paulo escreveu em 2 Coríntios 9:7, não precisamos “cobrar”, como têm sugerido alguns pregadores, pois se cobramos já estamos fazendo por constrangimento, por coação, sendo tolhidos da liberdade que Jesus nos chamou.

Algumas pessoas têm sofrido grandes problemas financeiros. A nação tem sofrido grande maldição financeira, porque o povo de Deus não tem obedecido ao Senhor e, como vimos no verso 6 de Malaquias 3, Ele é Deus imutável.

Veja o verso 9 – o Senhor nos alerta que estamos sendo amaldiçoados por que temos lhe roubado.

Roubo é pecado! A décima parte dos nossos bens pertence ao Senhor!

DESLIGANDO-SE DA DÍVIDA FINANCEIRA
Você já jejuou, já orou, e até colocou em sua lista de pedidos a restauração financeira em sua casa, mas continua relutante em devolver o que é de Deus.

Retire hoje a pedra da desobediência. O Senhor deseja abençoá-lo, converta-se deste mal caminho. No verso 7 parte b o Senhor nos convida a nos convertermos a Ele.

A Casa do Tesouro é a Casa do Senhor, a Igreja do Senhor, onde Ele lhe revela tesouros escondidos. Não permita que o inimigo continue lhe roubando.

ADORNANDO COM SAFIRA - OBEDIÊNCIA
Em Êxodo 28:18 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo, sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

A Safira é uma pedra preciosa, da cor azul, a segunda da Segunda ordem das doze pedras do sumo-sacerdote e o segundo dos fundamentos da Nova Jerusalém (Ap. 21:19)

Quando você resolve obedecer ao Senhor, Ele mesmo desbanca o inimigo, e ainda por cima abre as janelas do céu. Lembre-se de que no céu, como temos falado, há muitos tesouros e pedras preciosas (confira em Ap. 21:11-21). Só de abrir uma das janelas, imagine quantos tesouros o Senhor tem para nós.

Em Ex. 24:10, vemos que a Safira é o chão onde Deus pisa. Quando você se submete, você escolhe obedecer a Deus, estará debaixo de Sua vontade, e estar debaixo de Sua vontade é o melhor negócio. Veja o que está escrito em Malaquias 3:12 “Todas as nações vos chamarão felizes por que vós sereis uma terra deleitosa”.

É mais do que dinheiro, é ser feliz, é ser alguém que cause alegria, gozo nas pessoas.

O inimigo tentou enganar a igreja por muitos anos, dizendo que o dízimo era só para “engordar” os cofres da igreja. Depois veio com a sutileza do troca-troca. Mas hoje descobrimos que é muito mais. Obedecer a Deus nos faz felizes a tal ponto que podemos levar, transbordar felicidade a outros.

Você tira a pedra da desobediência, desata todo o mal da dívida financeira e então poderá adornar-se com a verdadeira pedra preciosa da Noiva – a obediência ao Senhor.

O Senhor quer lhe dar o sobrenatural na obediência.

6ª Pedra - Diamante

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA DA SOBERBA
· DELIGAR-SE DA FALSA HUMILDADE (José – Gn 37:3-4)
· ENFEITAR-SE COM HUMILDADE – DIAMANTE ( (Êxodo 28:18)

Pedra falsa – SOBERBA
José, filho predileto de Jacó era cheio de soberba. Sabia da diferença que o seu pai fazia entre os filhos (preferindo-o aos seus irmãos), usava tal situação para denegrir ainda mais a imagem de seus irmãos.

Soberba = Orgulho excessivo, arrogância, amor próprio demasiado.

A pessoa com soberba:

* Não consegue ver boas qualidades nos outros (Gn 37:2 – falava mal de seus irmãos)
* Está sempre preocupada consigo mesma (José falava de seus sonhos sem se preocupar com o que seus irmãos e pais pensavam disso –Gn 37:5-11)
* Traz guerra e contenda (Pv 13:10, Gn 37:4)
* O soberbo perde a autoridade (José havia ganhado uma capa, que significava a autoridade, que era concedida ao filho primogênito, mas que foi dada a ele, sua capa foi arrancada(Gn 37:23)
* Traz desonra, ruína e queda (Pv 11:2, Pv 16:18, Gn 37:27 e 28)

Deus não quer que tenhamos falsa humildade. Muitas vezes ainda, por não entendermos como sermos humildes, acabamos tendo uma falsa humildade.

Deus era com José, pois o Senhor o amava. Deus nos ama e quer que não abramos mão da autoridade que Ele nos deu.

DESLIGANDO-SE DA FALSA HUMILDADE
Gn 39:12-20 – Deus era com José, o havia colocado na casa de Potifar.

José estava enfrentando um demônio de prostituição. Ele não queria ser arrogante, então abriu mão de sua capa, que significava autoridade. Algumas vezes, quando queremos nos livrar no orgulho, acabamos nos vestindo de falsa humildade. José, naquele momento, poderia fugir, mas não abrir mão daquilo que era seu: sua capa.

Fuja do orgulho e se livre da falsa humildade, mas não se esqueça que o Senhor lhe deu autoridade.

ADORNANDO COM DIAMANTE - HUMILDADE
Em Êxodo 28:18 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo, sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

O Diamante é uma pedra preciosíssima, o mais brilhante, o mais duro e o mais límpido dos minerais, a terceira da Segunda ordem das doze pedras do sumo-sacerdote.

Ezequiel, profeta de Deus, seu nome significa “Deus fortalece”, era de grande influência no meio de povo de Israel, respeitado pelas autoridades (os anciãos) de Israel ((Ez. 8:1, 14:1 e 20:1).

Apesar de seu nome significar “Deus fortalece”, o Senhor lhe deu uma fronte como de diamante (Ez 2:9). Quando nos submetemos ao Senhor, a Seu tempo Ele nos exalta (Tg 4:10, I Pe 5:6)
Sl. 92:12-13 Os justos são comparados aos cedros: firme, de crescimento contínuo, de longa vida.

Seja firme contra o inimigo que quer fazê-lo ensoberbecer-se.

O Senhor tem promessas para você, que se humilha diante dEle:

* Adornado/Coroado de salvação – Sl. 149:4
* O Senhor ouve a oração – 2Cr 7:14, 2 Cr 34:27
* Honra”- Pv29:23, I Pe 5:6; Tg 4:10

Não aceite a falsa humildade, não aceite ser roubado no seu relacionamento com Deus, por não entender que a humildade não significa ignorância, sujeira (física mesmo) ou sair correndo, quando é hora de se posicionar.

Busque ao Senhor e Ele o honrará.


7ª Pedra - Jacinto

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA DA INFIDELIDADE E TRAIÇÃO (Os 1:2, 2:2)
· DESLIGAR-SE DA ESCRAVIDÃO
· ENFEITAR-SE COM CURA DAS EMOÇÕES E FIDELIDADE – JACINTO (Êxodo 28:19)

Pedra falsa – Infidelidade e Traição (enganar, ser desleal, adulterar)
Oséias, um padeiro (Os 7:5-8), que era levantado por Deus para ser profeta. Oséias conhecia o contexto histórico em que vivia, ele não era um alienado que se escondia num quarto escuro para receber “revelações” de Deus, como alguns insistem em dizer sobre os profetas. Oséias teve um ministério longo, pois profetizou nos dias de Uzias, Jotão, Acaz, Ezequias – rei de Judá, nos dias de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel. Os reis iam morrendo e ele estava firme, pregando a palavra de Deus (Os 1:1)

Com certeza Deus não mandara Oséias procurar por uma prostituta, pois em Deus jamais consentiria com a prostituição, nEle não há sombra de variação, mas os historiadores afirmam que o profeta tenha tido o entendimento, após a mesma tê-lo traído, que era a vontade do Senhor o seu casamento.

Assim como vários profetas na Bíblia, a vida de Oséias foi usada como exemplo para o povo de Israel.

Oséias tinha 3 filhos, sendo que um não era seu, seus nomes: Jezreel (cidade da desgraça), Desfovorecida (desgraçada) e Não-meu-Povo.

Caio Fábio comenta a respeito dos filhos de Oséias e seus nomes (Jezreel – cidade da desgraça, poderia ser Iroshima ou Nagazaqui, Desfavorecida, como Desgraçada e Não-meu-Povo, sendo Não meu filho, é do vizinho)

Vemos que Oséias foi traído várias vezes por sua esposa, inclusive um de seus filhos não era seu (Os 1:9). No capítulo 3:1, vemos claramente que a esposa de Oséias já havia saído de casa e estava vivendo na prostituição.(amigo pode significar amante neste caso). Por maior liberdade sexual que vivemos nos dias de hoje, jamais poderíamos conceber tanto adultério, tanta traição.

A pessoa traída:

* Se sente rejeitada em qualquer situação, pois é escrava da rejeição
* Fica ferida e amargurada
* Demora a confiar nos outros

Imagine um profeta, que fala em nome de Deus, trabalha na Casa do Senhor, agora é traído por diversas vezes pela esposa. Talvez se fôssemos nós, já a teríamos matado.

O traidor/adúltero

* É escravo do pecado;
* Não herdará o Reino dos céus.

Se Oséias teve que comprar sua esposa (Os 3:1-2), provavelmente ela já era uma prostituta escrava.

DESLIGANDO-SE DA ESCRAVIDÃO
Em qualquer situação que nos encontremos, como traidores ou traidos, somos escravos em nossas emoções.

Deus usou a história de Oséias para mostrar ao povo que Ele estava enojado com a traição do povo – a idolatria. Oséias não perdeu a doçura e viu que a sua vida estava nas mãos do Senhor.

Oséias estava trabalhando para o Senhor e passou por toda aquela situação. Talvez você hoje esteja passando por uma situação de traído e pergunta-se: “Que fé é essa que não consegue me trazer felicidade, pois fui tocado pela desgraça”

Talvez você se sinta até traído por Deus.

Você que traiu, ou continua traindo, quer se livrar disto, mas “algo” o impele. Deus quer nos libertar.

Oséias 3:3 – Ele buscou sua mulher de volta, a perdoou, e não dormiu com ela logo que chegaram em casa, ele não queria prostituir-se com ela, não queria que ela fosse apenas um depósito de lixo sexual, ele queria respeitá-la, e por isso tinha que dar-se ao respeito. Oséias não perdeu a dignidade. Sua dignidade foi maior que sua reputação e machismo.

Ela talvez não conseguisse se libertar do pecado, era escrava! Você não consegue parar de adulterar, trair, peça ao Espírito Santo para ajudá-lo

Assim como Oséias comprou sua mulher, Jesus o comprou lá na cruz do Calvário e foi por um preço muito alto, com Seu próprio sangue.

Ele pode libertá-lo hoje, trazer de volta a dignidade e a vontade de viver.

ADORNANDO COM JACINTO - CURANDO AS EMOÇÕES E FIDELIDADE
Em Êxodo 28:18 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo, sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

O Jacinto é uma pedra preciosa, da cor alaranjada, a primeira da Terceira ordem das doze pedras do sumo-sacerdote e o décimo-primeiro fundamento da Nova Jerusalém (Ap. 21:20).

Em Ap 9:17 vemos que a COURAÇA dos cavaleiros eram de fogo e jacinto.

Em Ef 6:14 verificamos que a couraça da justiça faz parte da armadura de Deus. Deus quer curar as suas emoções, resgatar a sua dignidade, o seu amor por você mesmo e revesti-lo de uma pedra preciosa maravilhosa – o jacinto.

Se você traiu seja o seu cônjuge ou até mesmo ao Senhor, peça perdão e se revista desta pedra.

Se foi traído ou se sente assim, peça cura e se revista igualmente da couraça de jacinto que o Senhor tem para sua vida.

8ª Pedra – Ágata ou Calcedônio

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA DA PROSTITUIÇÃO (IDOLATRIA) (Ex. 32:7)
· DESLIGAR-SE DE RELAÇÕES ERRADAS E PERDA DO FOCO
· ENFEITAR-SE COM ÁGATA OU CALCEDÔNIO – ADORAÇÃO GENUÍNA

Pedra falsa – Prostituição (idolatria)
Moisés foi escolhido pelo Senhor para tirar o povo da terra do Egito e levá-lo à terra de Canaã.

Deus tinha um objetivo, um foco para aquele povo que Ele tanto ama.

Moisés subiu ao monte para buscar ao Senhor, mas, enquanto o Senhor dava-lhe as diretrizes, o povo perdeu o foco, a direção que Deus lhes havia dado e chamou um dos líderes para “fabricar” algo para adorarem.

Coincidentemente o que foi fabricado foi um bezerro de ouro.

Paciência – qualidade daquele que espera com tranqüilidade - Nm 21:4 vemos que o povo perdeu a paciência. Quando não esperamos com tranqüilidade temos a tendência a perdermos o foco.

Deus entregou os cananeus nas mãos do povo, já havia lhes mostrado a terra, Deus trabalhou para que o povo não perdesse o foco, mas o povo preferiu não crer e falar contra Deus e contra o seu líder.

Serpentes o atacaram , o povo sentiu remorso pelo seu pecado e então Deus mandou que Moisés fizesse uma serpente (Nm21:8) para que, ao olharem para ela fossem curados. Moisés fez uma de bronze que durou muitos anos e, novamente o povo perdeu o foco, não olhando mais para o Deus Todo-Poderoso e sim para uma estátua, sendo que, depois de muitos anos o rei Ezequias teve que destruí-la (2 Rs 18:4).

O que era para ser um referencial para a cruz, transformou-se em um deus.

Uma população ribeirinha do Belém do Pará tinha muita água perto de suas casas, mas não era uma água boa para se beber. Um grupo de missionários se empenhou e conseguiu uma bomba e um equipamento para o tratamento daquela água, fazendo com que a população não dependesse mais dos carros pipa que só vinham uma vez por semana. O grupo de missionários logo teve que se retirar dali, mas deixou o seu trabalho, tanto evangelístico como social naquele lugar. Após alguns anos um dos missionários voltou ao lugar e ficou muito triste, pois deparou-se com um verdadeiro altar feito à bomba que puxava a água do rio. Aquele povo perdeu o foco – transferiu a adoração ao autor da benção para a benção.

Os nossos relacionamentos ilícitos têm nos feito perder o foco daquilo que o Senhor tem para as nossas vidas.

O livro de Oséias (veja Os 4:2-3) nos mostra que Deus usou a história de seu servo – o profeta – para ensinar ao povo que eles se prostituíam quando adoravam a outros deuses, quando mentiam, roubavam etc

Você pode dizer: “Eu não tenho nenhuma estátua ou deus em minha casa”.

Sim, isso pode ser verdade, mas você continua adorando ao Senhor ou a sua célula? Adora ao Deus da benção ou ao seu emprego? Qual tem sido o seu foco?

Quem prostitui também é idólatra – o livro de Oséias inteiro mostra isso.

DESLIGANDO-SE DOS RELACIONAMENTOS ERRADOS/ PERDA DO FOCO
Num 21:8 e Os 6:1-2 – O Senhor quer lhe curar da perda do foco. Mas para isso você tem que quebrar o vínculo com Satanás e seus demônios que querem fazê-lo perder o foco: a adoração ao Único Deus.

Não aceite adorar a qualquer outra pessoa ou coisa que não seja o Único Deus Todo-Poderoso.

O seu trabalho, a sua família, as suas finanças, você, seu casamento, seu carro, seus amigos, líderes não podem ser maiores que o Senhor Jesus Cristo. Existem pessoas que adoram até mesmo o seu porte físico (não sabem que vão virar pó)

A prostituição pode aparecer com várias cores, vários disfarces, não se deixe levar pela pedra falsa da idolatria, da prostituição, mas a verdadeira pedra preciosa é a verdadeira adoração.

Quando perdemos o foco, caímos e o Senhor nos aconselha: “Lembra de onde você caiu e arrependa-te” (Ap. 2:5). Pense um pouco, onde foi que você caiu? Foi quando você olhou mais do que deveria? Foi quando você pensou mais do que precisava? Hoje é dia de lembrar, arrepender e se adornar com a verdadeira pedra do Senhor.

ADORNANDO COM ÁGATA OU CALCEDÔNIA - ADORAÇÃO GENUÍNA
Em Êxodo 28:19 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo, sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

A ágata ou calcedônia é uma pedra preciosa, uma variedade de quartzo muito duro, de cores variadas e muito vivas, a segunda da Terceira ordem das doze pedras do sumo-sacerdote e o terceiro fundamento da Nova Jerusalém (Ap. 21:20).

O Pai está procurando por verdadeiros adoradores (Jo 4:23-24). Ser um verdadeiro adorador é desprender-se de qualquer falsidade, de qualquer tipo de relacionamento que não o leve a adorá-Lo.

A verdadeira adoração faz com que você veja as coisas muito mais claras.

Quando você adora verdadeiramente ao Senhor, todas as coisas ao seu redor, apesar de importantes, terão o seu devido lugar e você andará em liberdade.

Ser um verdadeiro adorador é ser livre.

Por ser de cores vivas e variadas, tal característica nos mostra que podemos adorar ao Senhor de varias formas e com vida. Adore ao Senhor!


9ª Pedra – Ametista

BASE: “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou” (Apocalipse 19:7b).

INTRODUÇÃO:
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS:
· RETIRAR A PEDRA - OBRAS DA CARNE
· DESLIGAR-SE DO VELHO HOMEM
· ENFEITAR-SE COM AMETISTA – ENCHER-SE DO ESPÍRITO SANTO

Pedra falsa – Obras da Carne:
“18. E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, ...” (Efésios 5:18a).

“16. Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne. 17. Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer. 18. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais sob a lei. 19. Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, 20. idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, 21. invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam” (Gálatas 5:16 a 21).

O Apóstolo Paulo ensina aos Efésios e aos Gálatas que as obras da carne são terríveis, que trazem quebra em todos os níveis, em todas as áreas de nossa vida:

* Física – prostituição, impureza, lascívia, bebedices, glutonaria e orgias
* Espiritual – idolatria, feitiçaria
* Emocional – Inveja, ira
* Interpessoal – Inimizade, porfia, ciúmes, pelejas, dissensões, facções

Quando tentamos fazer as coisas por nossa própria força ou vontade, a única coisa que conseguimos são os frutos descritos acima.


DESLIGANDO-SE DO VELHO HOMEM:
Paulo sabia que essa luta não é fácil, mas ele, usado pelo Espírito Santo de Deus, nos mostrou o caminho – relacionar-se inteiramente com o Senhor.

“14. Porque bem sabemos que a lei é espiritual; eu, todavia, sou carnal, vendido à escravidão do pecado. 15. Porque nem mesmo compreendo o meu próprio modo de agir, pois não faço o que prefiro, e sim o que detesto. 16. Ora, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. 17. Neste caso, quem faz isto já não sou eu, mas o pecado que habita em mim. 18. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem nenhum, pois o querer o bem está em mim; não, porém, o efetuá-lo. 19. Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço. 20. Mas, se eu faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, e sim o pecado que habita em mim. 21. Então, ao querer fazer o bem, encontro a lei de que o mal reside em mim. 22. Porque, no tocante ao homem interior, tenho prazer na lei de Deus; 23. mas vejo, nos meus membros, outra lei que, guerreando contra a lei da minha mente, me faz prisioneiro da lei do pecado que está nos meus membros. 24. Desventurado homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? 25. Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor. De maneira que eu, de mim mesmo, com a mente, sou escravo da lei de Deus, mas, segundo a carne, da lei do pecado” (Romanos 7:15 a 25).

Devemos nos desligar verdadeiramente do velho homem, as características do pecado, trazidos pelo primeiro Adão.

“5. Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição, 6. sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos; 7. porquanto quem morreu está justificado do pecado” (Romanos 6:5 a 7).

“32. Se, como homem, lutei em Éfeso com feras, que me aproveita isso? Se os mortos não ressuscitam, comamos e bebamos, que amanhã morreremos. 33. Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes. 34. Tornai-vos à sobriedade, como é justo, e não pequeis; porque alguns ainda não têm conhecimento de Deus; isto digo para vergonha vossa.”

“49. E, assim como trouxemos a imagem do que é terreno, devemos trazer também a imagem do celestial. 50. Isto afirmo, irmãos, que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção” (1Coríntios 15: 32 a 34 e 49 e 50).

O velho homem se corrompe pelas concupiscências (apetite carnal desordenado) do engano.

Devemos nos despojar, nos despir mesmo da velha criatura em nós.

“20. Mas não foi assim que aprendestes a Cristo, 21. se é que, de fato, o tendes ouvido e nele fostes instruídos, segundo é a verdade em Jesus, 22. no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, 23. e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, 24. e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade” (Efésios 4:20 a 24).

Como se despir do velho homem?

“25. Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros. 26. Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, 27. nem deis lugar ao diabo. 28. Aquele que furtava não furte mais; antes, trabalhe, fazendo com as próprias mãos o que é bom, para que tenha com que acudir ao necessitado. 29. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem. 30. E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção. 31. Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia. 32. Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou” (Efésios 4:25 a 32).

Deixar a mentira e falar a verdade
Você pode até ficar irado, mas não peque,
Não dar lugar ao diabo
Não roube, mas trabalhe
Reparta com o necessitado
Nada de palavras torpes (palavrões, piadinhas, palavras com duplo sentido), antes fale o que edifica, para beneficio dos outros que lhe ouvem
Não entristeça o Espírito Santo
Tire de você: amargura, ira, cólera, gritaria, blasfêmia, malícia
Seja benigno, compassivo, PERDOE como Deus perdoou em Cristo

ENFEITAR-SE COM AMETISTA – ENCHER-SE DO ESPÍRITO SANTO:
“18. E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, 19. falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, 20. dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, 21. sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo” (Efésios 5:18 a 21).

“22. Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, 23. mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei. 24. E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências. 25. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito. 26. Não nos deixemos possuir de vanglória, provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros” (Gálatas 5:22 a 26).

ADORNANDO-SE COM AMETISTA – ENCHER-SE DO ESPÍRITO SANTO:
“... a terceira ordem será de jacinto, ágata e ametista;...” (Êxodo 28:19).

Vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós (como noiva de Cristo, como sacerdócio real) temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

A ametista é uma pedra preciosa, atribuíam-se a ela a propriedade de preservar da embriaguez (o seu nome no grego significa “o que não está ébrio”), daí o seu nome.

É uma variedade de quartzo, cor violeta, muito brilhante, inferior ao diamante na dureza, a terceira da Terceira ordem das doze pedras do sumo-sacerdote e o décimo segundo fundamento da Nova Jerusalém (Ap. 21:20).

A ametista nos lembra sobriedade, sinônimo de estar vigilante, equilibrado. Quando nos enchemos do Espírito Santo de Deus, temos a sobriedade e o equilíbrio que só Ele pode nos proporcionar, então podemos produzir o fruto verdadeiro.

“8. Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, revestindo-nos da couraça da fé e do amor e tomando como capacete a esperança da salvação; 9. porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante nosso Senhor Jesus Cristo, 10. que morreu por nós para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos em união com ele” (1Tessalonicenses 5:8).

“11. Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, 12. educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, 13. aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, 14. o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniqüidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras” (Tito 2:12).

“7. Ora, o fim de todas as coisas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações. 8. Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; 9. resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo” (1Pedro 4:7 e 5:8).


10ª Pedra – Berilo

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”.

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.
Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.
Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS:
· RETIRAR A PEDRA – REBELDIA.
· DESLIGAR-SE DA INSUBMISSÃO.
· ENFEITAR-SE COM BERILO – SUBMISSÃO.

Pedra falsa – Rebeldia

Primeiro Samuel 15
22 Porém Samuel disse: Tem, porventura, o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, melhor do que a gordura de carneiros.
23 Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a obstinação é como a idolatria e culto a ídolos do lar. Visto que rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.

Rebeldia = revolta, insurreição, insubordinação, insubmissão, conspiração.

A rebeldia é mais do que desobediência, pois o rebelde sempre comete atos contrários aos que lhe foram ordenados, enquanto o desobediente pode apenas não cumprir o que lhe foi ordenado.

Mas, como sabemos, diante de Deus não há diferença de pecado.

O rebelde:

* Não se importa com as ordens, tentando levar a outros à desobediência – 1 Sm 10:8; 1 Sm 13:8; Gn 3:2-6.
* Acha que só ele tem as revelações de Deus - Ez 28:1 a 10.
* Manipula palavras para seu próprio benefício1 Sm 13:8 a 14; 1 Sm 15:20-21; Jd 4 e 16.
* Quer tomar a glória de Deus para si - Is 14:13-14; Ez 14:14
* Desobedece movido por qualquer situação - Jd 10
* Esquece quem é Deus e o rejeita - 1 Sm 15:21 (veja aqui que Saul fala em Senhor teu Deus e não nosso Deus)
* Não respeita autoridade - Jd 8
* É rejeitado por Deus, tendo morte eterna, pois rebeldia é como pecado de feitiçaria - Ap 22:15
* Chama Deus de mentiroso - Gn 3:4
* Entristece o Espírito SantoIs 63:10

O maior exemplo, que temos na Palavra de Deus sobre rebeldia, é o próprio Lúcifer, por isso fizemos à história de Saul um paralelo para que não caiamos mais em suas artimanhas.

DESLIGANDO-SE DA INSUBMISSÃO
Devemos estar vigilantes, porque a rebeldia começa em nossas mentes, antes da execução em si.

Peça ao Senhor para limpar a sua mente de toda sujeira que satanás tentou colocar através de manipulações de palavras, de meias verdades, de orgulho ou qualquer outra situação que o leve a rebelar-se contra o Senhor ou as autoridades instituídas por Ele.

ADORNANDO COM BERILO – SUBMISSÃO
Em Êxodo 28:20 nós vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como “Noiva de Cristo” sendo o sacerdócio real. Temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

O Berilo é uma pedra preciosa, parecida com a esmeralda, podendo ser encontrada nas cores azul, amarelo, rosa e incolor. É a primeira da Quarta ordem das doze pedras do sumo-sacerdote e o oitavo fundamento da Nova Jerusalém (Apocalipse 21:20).

Em Daniel 10:6 vemos, segundo os historiadores, uma teofania (aparição de Jesus no A.T. - compare com Apocalipse 1:13-15). O próprio Jesus, com aparência como de berilo é o nosso exemplo de submissão - Dn 10:6; Ap 1:13 a 15

O submisso:

1. Cumpre os mandamentos de Deus - Mt 5:17
2. Busca a revelação do Deus Todo-Poderoso - Lc 10:21-22
3. Fala a verdade, sem manipulação - Mt 5:37
4. Sabe que toda a glória é do Senhor - Mt 5:16; Jo 7:18; Jo 13:31-32; At 3:13
5. Obedece sempre, querendo sempre a vontade de Deus, mesmo que isso lhe doa - Mc 14:36; Fp 2:8
6. Reconcilia os homens a Deus - Rm 5:10-11
7. É submisso às autoridades - Mt22:17-21
8. É exaltado por Deus - Fp 2:7-9
9. Mostra que Deus é verdadeiro e não mente - Jo 3:33; Jo 5:24; Jo 7:28; Jo 8:26
10. Alegra ao Senhor - Is 62:5; Is 64:5; Jr 32:41


Jesus desprezou o desprezo na humilhação, tudo isso para que pudéssemos ter vida abundante e em liberdade junto ao Pai - Hb 12:2

Porque a rebeldia começa em nossas mentes, o Pai (que sabe de todas as coisas) providenciou uma coroa de espinhos colocada na cabeça de Cristo para que n’Ele fosse levada a nossa rebelião e pudéssemos ser constituídos justos do Senhor em Sua obediência - Rm 5:19

Devemos retirar toda a rebeldia e nos enfeitarmos do Berilo – Jesus – O Submisso.


11ª Pedra – Ônix ou Crisópraso

BASE: Apocalipse 19:7b “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou”

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA - FALSIDADE MINISTERIAL
· DESLIGAR-SE DA MENTIRA
· ENFEITAR-SE COM ONIX/CRISÓPASO – VERDADE

Pedra falsa – Falsidade Ministerial – Ef 4:11-12
Deus constituiu fundamentos ministeriais na igreja, cada um com uma função específica, para o aperfeiçoamento da mesma:

O apóstolo que deve trazer o fundamento da Palavra ao povo, e que deve trabalhar com os outros quatro ministérios, respeitando-os, em humildade

O profeta que deve apontar ao povo o Caminho correto

O evangelista que deve levar a Palavra da Salvação

O pastor que deve cuidar das ovelhas

O mestre que deve ensinar as verdades contidas na Palavra

Mas o que acontece, e o que a Bíblia diz, são:

Homens que, por suas palavras, por politicagem, sem que Deus os tivesse escolhido, têm sido ungidos como apóstolos sobre outros homens e são verdadeiros cactos, espinheiros, que trazem destruição ao povo de Deus (Jz 9:8-15) – O espinheiro, sem folhas é uma árvore baixa (considerado um arbusto) não tem muita sombra a oferecer. Na Palestina, no verão, quando faltava as chuvas por seis meses, o fogo que pega nos abrolhos os consome velozmente ameaçando árvores de grande valor como os cedros (Bíblia Vida Nova).

Falsos profetas, verdadeiros endemonhiados, têm proferido palavras falsas, levando o povo, não à intimidade, nem ao arrependimento com conseqüente vitória, mas ao inferno, à tormenta, à derrota, por suas vãs palavras e mentiras, são verdadeiros profetas de Baal, que se vendem, se dão à avareza, são cauda para o Senhor (I Sm 18:10, Is 30:9-11, Lam. 2:14, I Re 22:20-23, Jer. 2:8, Jer. 6:13, Mq 3:11, Is 9:15). O Senhor adverte aos profetas que proferem mentiras que a mentira que eles proferirem virá contra eles e a morte os alcançará (Jer.14:15, Jer. 28:15-17). Deus usa seus verdadeiros servos para cegá-los e trazer a libertação à quem precisa ( At 13:6-12)

Homens que, com desculpa de levar a Palavra de Deus, têm usado a mídia para se auto-promoverem, têm querido o Dom de Deus a força, mas Deus não divide a Sua glória com ninguém e tudo é pelo Seu Espírito (At 8:17-25, Is. 42:8 e 12, Zc 4:6)

Falsos pastores, que gostam de dormir ao invés de cuidarem de suas ovelhas, são considerados como cães (Is. 56:10-11; Naum 3:18), porque são brutos e não buscam ao Senhor, não podem prosperar e o seu rebanho se dispersa (Jr. 10:21), Ai destes pastores que dispersam as ovelhas, que não as visitam, que não cuidam delas (Jer.23:1-2, Ez 34:2-10), pastores que esqueceram que Jesus é o verdadeiro lugar de repouso e, ao invés disso têm colocado jugo sobre as ovelhas (Jer.50:6). O Senhor chama os pastores ao arrependimento (Jer. 25:34)

Falsos mestres que ensinam a mentira (Jer 9:5), ensinam por interesse no dinheiro (Mq 3:11), não vivem o que ensinam, blasfemando assim o nome de Deus (Rm 2:17-24), são soberbos e nada sabem, achando que podem lucrar ensinando erroneamente (I Tm 6:3-6)

DESLIGANDO-SE DA MENTIRA
Talvez você diga: “Eu não sou nenhum destes, nem pastor, nem apóstolo, nem mestre, muito menos profeta ou evangelista”, Mas o que eu quero lhe dizer é que somos um só Corpo, e que, fazendo parte deste Corpo, você é responsável sim. O apóstolo Paulo colocou isso muito bem, quando disse: “Assim como um só corpo tem muitos membros, assim nós somos membros uns dos outros, em Cristo”(Rom.12:4-5). Temos que orar pelos nossos líderes e pedir ao Senhor para que tires as máscaras e caia por terra de nossa vida todo fingimento e toda mentira, toda falsidade, todo falso fundamento seja quebrado e seja erguido o Verdadeiro – Jesus Cristo. (Col. 4:3, I Cor 3:10-11), O Senhor nos chamou para a verdade. Disse Jesus: “Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14:6)

ADORNANDO COM ONIX/CRISÓPASO - VERDADE
Em Êxodo 28:20 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo, sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

O Onix ou Crisópaso é uma pedra preciosa, uma espécie de mármore com camadas policrômicas (coloridas), é a segunda da Quarta ordem das doze pedras do sumo-sacerdote e o décimo fundamento da Nova Jerusalém (Ap. 21:20).

Jesus é vida, mas aqueles que tem se portado com falsidade dirão: “Fizemos pacto com a morte, e com o Seol fizemos aliança; quando passar o flagelo trasbordante, não chegará a nós; porque fizemos da mentira o nosso refúgio, e debaixo da falsidade nos escondemos.

Assim diz o Senhor Deus: Eis que ponho em Sião como alicerce uma pedra, uma pedra provada, pedra preciosa de esquina, de firme fundamento; aquele que crer não se apressará.”(Is. 28:15-16).

A nossa pedra de esquina, Jesus, Ele desfaz o sinal dos falsos profetas (Is. 44:24-27), Ele cuida de nós como ovelhas, pois é o nosso pastor que deu a vida por nós (Jer. 23:3-5 e Jo 10:11), Ele nos ensina (Is. 48:17, Is. 54:13), e nos aconselha a nos lembrar dos nossos guias e obedecê-los, pois eles darão conta de nossas almas (Hb 13:7 e 17).

Adorne-se da Verdade, adorne-se de Jesus.



12ª Pedra – Jaspe

BASE: “porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou” (Apocalipse 19:7b).

INTRODUÇÃO
A Igreja, composta de pessoas que têm Jesus Cristo de Nazaré como o Único Senhor e Salvador de sua vida, é a Noiva, e Ele o Noivo.

Haverá um dia em que nos encontraremos com Jesus, no céu e devemos nos enfeitar, nos preparar para esse dia.

Sem enfeites falsos, mas com adornos verdadeiros, fundamentos genuínos.

ALVOS
· RETIRAR A PEDRA - FALSA SANTIDADE
· DESLIGAR-SE DAS IMPUREZAS
· ENFEITAR-SE COM JASPE – SANTIDADE

Pedra falsa – FALSA SANTIDADE
“12. Eram, porém, os filhos de Eli filhos de Belial e não se importavam com o SENHOR; 13. pois o costume daqueles sacerdotes com o povo era que, oferecendo alguém sacrifício, vinha o moço do sacerdote, estando-se cozendo a carne, com um garfo de três dentes na mão; 14. e metia-o na caldeira, ou na panela, ou no tacho, ou na marmita, e tudo quanto o garfo tirava o sacerdote tomava para si; assim se fazia a todo o Israel que ia ali, a Siló. 15. Também, antes de se queimar a gordura, vinha o moço do sacerdote e dizia ao homem que sacrificava: Dá essa carne para assar ao sacerdote; porque não aceitará de ti carne cozida, senão crua. 16. Se o ofertante lhe respondia: Queime-se primeiro a gordura, e, depois, tomarás quanto quiseres, então, ele lhe dizia: Não, porém hás de ma dar agora; se não, tomá-la-ei à força. 17. Era, pois, mui grande o pecado destes moços perante o SENHOR, porquanto eles desprezavam a oferta do SENHOR. 18. Samuel ministrava perante o SENHOR, sendo ainda menino, vestido de uma estola sacerdotal de linho. 19. Sua mãe lhe fazia uma túnica pequena e, de ano em ano, lha trazia quando, com seu marido, subia a oferecer o sacrifício anual. 20. Eli abençoava a Elcana e a sua mulher e dizia: O SENHOR te dê filhos desta mulher, em lugar do filho que devolveu ao SENHOR. E voltavam para a sua casa. 21. Abençoou, pois, o SENHOR a Ana, e ela concebeu e teve três filhos e duas filhas; e o jovem Samuel crescia diante do SENHOR. 22. Era, porém, Eli já muito velho e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que serviam à porta da tenda da congregação. 23. E disse-lhes: Por que fazeis tais coisas? Pois de todo este povo ouço constantemente falar do vosso mau procedimento. 24. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço; estais fazendo transgredir o povo do SENHOR. 25. Pecando o homem contra o próximo, Deus lhe será o árbitro; pecando, porém, contra o SENHOR, quem intercederá por ele? Entretanto, não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar” (1Samuel 2:12 a 25).

Os filhos de Eli, Hofni e Finéias serviam na Casa do Senhor. Eles tinham “cara” de sacerdotes, roupas de sacerdotes e até eram filhos de sacerdote, mas não honravam a separação ao sacerdócio.

Hoje sabemos que todos nós somos sacerdotes, através de Jesus Cristo (Ap. 1:6). Como será que tem sido a nossa atitude diante do Senhor? Será que temos agido com falsa santidade?

A falsa santidade:

1. Obstrui o relacionamento entre os irmãos em Cristo e com Deus - 1 Sm 2:16; Hb 12:14
2. Quebra os mandamentos de Deus - 1 Sm 2:17; Lv 9:10
3. Profana o templo do Espírito Santo (hoje nós somos esse templo) - 2 Co 6:16
4. E, por fim, nos impede de entrarmos na presença do Senhor.
5. É considerada uma imundícia muito grande diante do Senhor - Ez 36:17

DESLIGANDO-SE DA IMPUREZA
“12. Não tendes limites em nós; mas estais limitados em vossos próprios afetos. 13. Ora, como justa retribuição (falo-vos como a filhos), dilatai-vos também vós. 14. Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? 15. Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? 16. Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. 17. Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei, 18. serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso” (2Coríntios 6:12 a 18).

O impuro só pensa em si mesmo

* O impuro se associa com impuro e infiel
* O impuro não se importa com o que Deus pensa

O Senhor nos chamou para a santificação - 1 Ts 4:3 a 8

Ele quer nos limpar de toda impureza que veio seguida da falsa santidade, pois Ele nos ama, e quer estar sempre conosco.

Como se limpar das impurezas vindas da falsa santidade?

* Através do arrependimento - Is 1:21 a 27
* Através do perdão e comunhão com os irmãos - Ez 36:24
* Através da Sua Palavra - Ez 36:25
* Através de um novo coração, seremos cheios do Seu Espírito Santo - Ez 36:26 a 28

Quando nos abrimos para a purificação do Senhor, Ele nos abençoa e multiplica as bênçãos sobre nós, tirando toda a fome trazida pela impureza - 2 Co 7:1; Tg 1:21

ADORNANDO-SE COM JASPE – SANTIDADE
Em Êxodo 28:20 vemos a roupa do sacerdote, e hoje nós, como noiva de Cristo, sacerdócio real, temos que nos enfeitar com pedras verdadeiramente preciosas.

O Jaspe é uma pedra preciosa, brilhante e transparente, é a terceira da Quarta ordem das doze pedras do sumo-sacerdote e o primeiro fundamento da Nova Jerusalém (Ap. 21:20).

É interessante percebermos que o PRIMEIRO FUNDAMENTO da Nova Jerusalém é justamente a pedra que devemos nos adornar hoje: a santidade, que:

* Nos leva diretamente ao Trono de Deus - Ap 7:14 e 15
* Nos dá livramento e vitória contra o inimigo - Js 3:5
* Nos sacia de toda fome - Ez 36:26 a 28
* Nos faz ver a Deus - Hb 12:14
* Faz com que as nossas orações cheguem diante do Trono de Deus - Ap 5:8

Nestes estudos vimos que a noiva têm se adornado, dia após dia, de pedras falsas para se apresentar imunda ao Noivo. Mas o Espírito Santo, pela Sua misericórdia, nos mostrou qual é o verdadeiro adorno de Sua noiva – a Igreja:

* A alegria do Espírito Santo
* A fé que nos capacita
* O amor que constrange o pecador
* A fertilidade, a multiplicação sobrenatural de Deus
* A obediência, à semelhança de Jesus
* A humildade que o Mestre nos ensinou
* A fidelidade que emana do Pai
* A adoração genuína ao Rei dos Reis
* O transbordar do Espírito Santo
* A submissão que nos traz a vitória
* A verdade que não nos deixa enganados

EM RESUMO, A SANTIDADE CONQUISTADA POR JESUS PARA NÓS.

Ap. 4:11 é o resumo da nossa vitória e adoração genuína ao Rei dos Reis e Senhor dos Senhores – Jesus Cristo de Nazaré:

“Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas”.

Mudança de vida...

Não havia no povoado pior ofício do que porteiro de uma casa noturna.
Mas que outra coisa poderia fazer aquele homem?
O fato é que nunca tinha aprendido a ler nem escrever, não tinha nenhuma outra atividade ou ofício.
Um dia, entrou como gerente deste lugar um jovem cheio de idéias, criativo e empreendedor, que decidiu modernizar o estabelecimento.
Fez mudanças e chamou os funcionários para as novas instruções.Ao porteiro disse:
- A partir de hoje, o Senhor, além de ficar na portaria, vai preparar um relatório semanal onde registrará a quantidade de pessoas que entram e seus comentários e reclamações sobre os serviços.
Eu adoraria fazer isso, Senhor - balbuciou - mas eu não sei ler nem escrever!
- Ah! Quanto eu sinto muito! Mas se é assim, já não poderá seguir trabalhando aqui.
- Mas Senhor, não pode me despedir, eu trabalhei nisto a minha vida inteira, não sei fazer outra coisa.
- Olhe, eu compreendo, mas não posso fazer nada pelo Senhor. Vamos dar-lhe uma boa indenização e espero que encontre algo que fazer. Eu sinto muito e que tenha sorte.
Sem mais nem menos, deu meia volta e foi embora.
O porteiro sentiu como se o mundo desmoronasse.
Que fazer?
Lembrou que nesta casa, quando quebrava alguma cadeira ou mesa, ele consertava com cuidado e carinho.
Pensou que esta poderia ser uma boa ocupação até conseguir um emprego.
Mas só contava com alguns pregos enferrujados e um alicate mal conservado.
Usaria o dinheiro da indenização para comprar uma caixa de ferramentas completa.
Como o povoado não tinha casa de ferragens, deveria viajar dois dias em uma mula para ir ao povoado mais próximo para realizar a compra.
E assim o fez.
No seu regresso, um vizinho bateu à sua porta:
- Venho para perguntar se você tem um martelo para me emprestar.
- Sim, acabo de compra-lo, mas eu preciso dele para trabalhar ...
já que...
- Bom, mas eu o devolverei amanhã bem cedo.
- Se é assim, está bom.Na manhã seguinte, como havia prometido, o vizinho bateu à porta e disse:
- Olha, eu ainda preciso do martelo.
Porque você não o vende para mim?
- Não, eu preciso dele para trabalhar e além do mais, a casa de ferragens mais próxima está a dois dias mula de viagem.
Façamos um trato - disse o vizinho.
Eu pagarei os dias de ida e volta mais o preço do martelo, já que você está sem trabalho no momento.
Que lhe parece?
Realmente, isto lhe daria trabalho por mais dois dias ...aceitou.
Voltou a montar na sua mula e viajou. No seu regresso, outro vizinho o esperava na porta de sua casa.
- Olá, vizinho. Você vendeu um martelo a nosso amigo. Eu necessito de algumas ferramentas, estou disposto
a pagar-lhe seus dias de viagem, mais um pequeno lucro para que você as compre para mim, pois não
disponho de tempo para viajar para fazer compras. Que lhe parece?
O ex-porteiro abriu sua caixa de ferramentas e seu vizinho escolheu um alicate, uma chave de fenda,
um martelo e uma talhadeira.
Pagou e foi embora.
E nosso amigo guardou as palavras que escutara:
"não disponho de tempo para viajar para fazer compras".
Se isto fosse certo, muita gente poderia necessitar que ele viajasse para trazer as ferramentas.
Na próxima arriscou um pouco mais de dinheiro trazendo mais ferramentas do que as que havia vendido.
De fato, poderia economizar algum tempo em viagens.
A notícia começou a se espalhar pelo povoado e muitos, querendo economizar a viajem, faziam encomendas.
Agora, como vendedor de ferramentas, uma vez por semana viajava e trazia o que precisavam seus clientes.
Com o tempo, alugou um galpão para estocar as ferramentas e alguns meses depois, comprou uma vitrine
e um balcão e transformou o galpão na primeira loja de ferragens do povoado.
Todos estavam contentes e compravam dele.
Já não viajava, os fabricantes lhe enviavam seus pedidos.
Ele era um bom cliente.
Com o tempo, as pessoas dos povoados vizinhos preferiam comprar na sua loja de ferragens, do que gastar dias em viagens.
Um dia ele lembrou de um amigo seu que era torneiro e ferreiro e pensou que este poderia fabricar as cabeças dos martelos.
E logo, por que não, as chaves de fendas, os alicates, as talhadeiras, etc..
E após foram os pregos e os parafusos...
Em poucos anos, nosso amigo se transformou, com seu trabalho, em um rico e próspero fabricante de ferramentas.
Um dia decidiu doar uma escola ao povoado.Nela, além de ler e escrever, as crianças aprenderiam algum ofício.
No dia da inauguração da escola, o prefeito lhe entregou as chaves da cidade, o abraçou e lhe disse:
- É com grande orgulho e gratidão que lhe pedimos que nos conceda a honra de colocar a sua assinatura na primeira
página do Livro Ata desta nova escola.
- A honra seria minha - disse o homem. Seria a coisa que mais me daria prazer, assinar o Livro, mas eu não sei ler nem escrever, sou analfabeto.
- O Senhor?!?! - disse o prefeito sem acreditar.
O Senhor construiu um império industrial sem saber ler nem escrever?
Estou abismado.
Eu pergunto: o que teria sido do Senhor se soubesse lere escrever?
- Isso eu posso responder - disse o homem com calma.
Se eu soubesse ler e escrever ... ainda seria o porteiro de casa noturna!


Nos ultimos dias tenho ouvido muito sobre habilidade...E como tornar minhas
habilidades em bênçãos na vida dos que cruzam meu caminho... Este texto falou muito
ao meu coração à cerca desse assunto, pois devemos usar nossas habilidades para dar bons
testemunho e ajudar aos que nescessitam de uma palavra de incentivo, uma palavra de fé!
Muitas vezes não nos damos conta do quanto Deus nos quer usar, e isso nas coisas mais simples
do nosso dia a dia, num gesto de gentileza, uma gesto de atenção muitas vezes só o fato de ouvir
o desbafo de alguém que esteja sofrendo com alguma adversidade, já estamos fazendo uma grande
coisa diante do nosso Deus! Prossigamos e nos disponhamos a sermos bênção como foi dito que seriamos...
Que o Senhor continue a te edificar e a te capacitar e nunca se acomode se contentando com o que já é
mas busque sempre melhorar para que o nome de Jesus Cristo seja glorificado com seu viver.... E que Ele
seja reconhecido em você mesmo que permaneça em silencio, que seus atos falem por você!!!!
"Isto é ser cristão"

Para sua meditação...

Porque Esdras tinha preparado o seu coração para buscar a lei do SENHOR e para cumpri-la e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos.

Esdras 7.10
Temos grande responsabilidade em nossa vida, pelas almas que Deus nos confia para que as influenciemos com nossa maneira de nos comportamos diante das circunstâncias em que vivemos. Pois em cada uma delas, sejam felizes ou as vezes por um breve espaço de tempo tristes, devemos sempre exaltar ao nosso Deus e ao nome poderoso do Senhor Jesus!

Para terminar deixo esses versiculos que tocaram profundamente ao meu coração:

A mão do nosso Deus é sobre todos os que o buscam, para o bem deles; mas o seu poder e a sua ira contra todos os que o deixam.Nós, pois, jejuamos, e pedimos isto ao nosso Deus, e moveu-se pelas nossas orações.
Esdras 8.23-24

A verdadeira Felicidade...

“De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados;
ficamos perplexos, mas não desesperados; abatidos, mas não destruídos”

Se entendermos que Deus é a fonte real da
verdadeira felicidade, podemos interpretar este versículo,
alegando que o fato de a pessoa
possuir a felicidade eterna, não exclui em hipótese alguma o sofrimento
de sua existência. Seria a felicidade a ausência do sofrimento?
Acredito que não. É bom ressaltar que a despeito da existência
da adversidade, a pessoa que é feliz não permanece nela.
Sua felicidade não é norteada por fatores externos.
O sofrimento é mais uma etapa a ser superada.
Paulo diz que até para o sofrimento há um limite;
“ficamos perplexos, mas não desesperados”.
o sofrimento e a tristeza não denotam falta de
felicidade, mas apenas um estado de aflição temporal:
“No mundo tereis aflição, mas tende bom ânimo,
eu venci o mundo”.

Um bom exemplo disso foi a vida de Horatio Gates Spafford, autor do hino “Sou feliz com Jesus meu Senhor!”.

Em 1873, Horatio Gates Spafford, presbiteriano e advogado em Chicago, com sua esposa e suas quatro filhas planejou uma viagem para descanso na Europa. Mas problemas de negócios imprevistos forçaram Spafford a adiar sua partida; sua esposa e as filhas viajaram em novembro de 1873; numa colisão com outro navio, o "Ville du Havre" naufragou no Oceano Atlântico, tendo morrido as filhas e sido resgatada a esposa, que enviou uma mensagem telegráfica para Spafford: "Saved alone" (Salva, sozinha). Spafford escreveu a letra deste lindo hino quando outro navio, que o transportava para a Inglaterra, chegou perto do local da tragédia.


É fato de que não experimentamos neste mundo tudo o que Deus queria nos oferecer. Entendo que a felicidade que procede de Deus é um caminho que se inicia aqui nesta vida com a presença do Espírito Santo em nós, não obstante às tribulações, mas que se concluirá na eternidade, quando conheceremos em sua plenitude a fonte da felicidade eterna que é Deus.

Letra do hino de Horatio Gates Spafford

Sou feliz com Jesus meu Senhor!

Se Paz a mais doce me deres gozar,
Se dor a mais forte sofrer,
Oh seja o que for,
Tu me fazes saber,
Que feliz com Jesus sempre sou!

Sou feliz com Jesus!
Sou feliz com Jesus meu Senhor!

Embora me assalte o cruel Satanás,
E ataque com vis tentações;
Oh, Certo eu estou,
Apesar de aflições,
Que feliz eu serei com Jesus!

Meu triste pecado , Por meu Salvador,
Foi pago de um modo cabal;
Valeu-me o Senhor,
Oh, Mercê sem igual!

Sou feliz!
Graças dou a Jesus!
Sou feliz com Jesus!
Sou feliz com Jesus meu Senhor!

A vinda eu anseio do meu Salvador;
Em breve virá me levar.
Ao céu onde eu vou
Para sempre morar
Com remidos na Luz do Senhor!

Sou feliz com Jesus!

Anne Grace Lind, neta de Spafford, guardou a quinta estrofe do hino, descoberta em 1995, com o seguinte texto:

"Prá mim só importa Cristo prá viver.
Se o Jordão ameaçar me afogar.
Oh! Não sofrerei, pois, na morte e na vida,
Tu me darás Tua paz!"

Fique na paz do Senhor Jesus

"Eu tenho um sonho...sonhar os sonhos de Deus”

Teve José um sonho, que contou a seus irmãos; por isso o odiaram ainda mais.
(Gn 37.5)


A Bíblia nos relata que José, na sua geração, ousou receber de Deus os sonhos que seriam as diretrizes de toda a sua vida e por eles se dispôs a pagar um alto preço.

José teve sonhos tão nítidos e fortes que acabaram se tornando o grande anseio de sua alma e a mola propulsora de sua existência. No início, ele pensara que sua família lhe daria algum reconhecimento ou reverência por isto. Mas, ao contrário, seus irmãos o odiaram, pois ele sonhava os sonhos de Deus, que consistiam na promessa divina de que ele seria alçado à posição de liderança e autoridade.

Quando seus irmãos perceberam que José buscava as coisas de Deus e era aberto aos sonhos de Deus para a sua vida, lançaram-no numa cisterna para depois vendê-lo como escravo.

José teve sonhos tão nítidos e fortes que acabaram se tornando o grande anseio de sua alma e a mola propulsora de sua existência. No início, ele pensara que sua família lhe daria algum reconhecimento ou reverência por isto. Mas, ao contrário, seus irmãos o odiaram, pois ele sonhava os sonhos de Deus, que consistiam na promessa divina de que ele seria alçado à posição de liderança e autoridade.

Quando seus irmãos perceberam que José buscava as coisas de Deus e era aberto aos sonhos de Deus para a sua vida, lançaram-no numa cisterna para depois vendê-lo como escravo.

Quando temos um sonho dado por Deus, e alguém que está ao nosso lado não acompanha o nosso sonho; quando as pessoas não querem sonhar os sonhos de Deus e acabam por ficar contra quem o faz, isto pode resultar em sofrimento, lutas e dificuldades.

Quem sonha os sonhos de Deus é diferente. Não se trata de uma questão de aparência, mas de perspectiva. Não somente ele é visto de modo diferente, ele vê tudo de modo diferente Deus tem sonhos maravilhosos para dar a cada um de nós, como deu a José.

Como é bom podermos sonhar os sonhos de Deus! Às vezes queremos sonhar os nossos sonhos: o sonho de ter, de fazer, de ser notado, reconhecido. Mas a melhor coisa que existe não é sonhar um sonho egoísta, mas sonhar o sonho que Deus mesmo preparou.

Deus está procurando alguém disponível para viver os sonhos que Ele tem preparado. Os sonhos de Deus são melhores que os nossos, porque são mais altos e mais sublimes e são perfeitos. Outra diferença é que os sonhos de Deus sempre se cumprem. Pode passar mais tempo, podemos sofrer ou ser incompreendidos, mas no tempo certo Deus vai finalmente cumpri-los.

Há sonhos e sonhos. Não devemos colocar os nossos sonhos em coisas passageiras e perecíveis. É preciso, antes, que compreendamos aonde os nossos sonhos podem nos levar. E isso tem a ver com o nosso destino, com a nossa eternidade. Sonhar os sonhos de Deus é incomparavelmente melhor, não tem prazo de validade e não possui nenhuma contra-indicação.

Quando sonhamos os sonhos de Deus, as pessoas podem nos olhar de lado, nos chamar de fanáticos e de tudo o mais, podem nos colocar dentro de uma "cisterna", mas nada devemos temer. Antes, devemos esperar o tempo de Deus, pois da cacimba Deus nos levará ao trono, ou ao lugar onde Ele quer.

Desejo e oro para que você viva os sonhos de Deus para a sua vida, de modo que o mundo todo seja abençoado por isso.

PERDÃO

Você sabia que Deus estabeleceu o padrão para o perdão??


Temos facilidade em falar sobre o perdão, mas dificuldade em praticá-lo.Muitas vezes guardamos ressentimentos justificáveis, ou seja , quando de fato temos motivos para ficarmos magoados, ressentidos ...Quando o ofensor se arrepende (nem sempre isso acontece) procuramos sinais verdadeiros desse arrependimento. Quando o ofensor não se arrepende, relembramos a eles da sua necessidade de arrependimento antes de perdoá-los.Deus concedeu perdão livremente através do sangue de Jesus. Nós também devemos conceder o perdão livremente, sem exigir pagamento por ele.

Deus estabeleceu o padrão para o perdão. É verdade.

Podemos entender isso através do que diz em Mateus 6:14-15, vejamos:"Por que se perdoades aos homens as suas ofensas, também vosso pai celeste vos perdoará; se porém não perdoades aos homens , tampouco vosso pai celeste perdoará as vossas ofensas".
Deus só pode nos perdoar a medida que estamos dispostos a perdoar os outros.Queremos que ser perdoados por Deus pela Sua misericórdia, pórém retemos as ofensas daqueles que nos tem ofendido.Essa prática não funcional no Reino Espiritual.A falta de perdão pode ter como resultado doenças físicas e mentais. Frequentimente a falta de perdão é a base para formação de fortalezas demoníacas.
Deus nos instruiu também a perdoamos os nosssos irmãos antes de orarmos.

"E quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém perdoai, para que o vosso pai celeste vos perdoi as vossas ofensas" Marcos 11:25

Para que possamos caminhar na fé precisamos ter atitudes corretas com outras pessoas.

Se nós ofendemos devemos iniciar o processo de perdão.
Se nós fomos ofendidos também devemos iniciar o processo de perdão.

Lembre-se : O Pedão não é um sentimento, é uma atitude.