ESTUDOS BIBLICOS







Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas



segunda-feira, março 14, 2011

Nosso Adversário: O Diabo - A atuação de Satanás (Parte 4)

Vimos anteriormente que Satanás possui vários, nomes, isso indica que ele pode atacar a vida dos cristãos de várias formas. Seja como um dragão [Ap 12:3] ou ainda, e mais comumente usado dentro das igrejas como um anjo de luz [2 Co 11:14]. Lembre-se que Satanás não é como Deus onisciente. Mas ele esteve presente desde nossos ancestrais até Adão e Eva e tem experiência o suficiente para prever nosso comportamento nas mais diversas situações, por conhecer como cada personalidade age de acordo com cada "cenário" da vida.

O objetivo deste artigo é mostrar a atuação de Satanás em diversos pontos.

Em relação a Cristo:

Seu conflito foi previsto logo após o pecado de Adão e Eva (Gn 3.15). Quando Satanás inspirou Herodes a matar todas as crianças. (Mt 2.16). Quando Pedro tentou convencer Jesus a desistir de ir para Jerusalém (note muitas vezes Satanás pode influenciar até mesmo os Cristãos a desobedecer a Deus) [Mt 16:21-23]

Quando Judas estava prestes a trair Jesus, Satanás entrou nele [Jo 13:27]

Sua grande atuação também foi revelada quando tentou ao Senhor, no deserto [Mt 4:1-11], através da concupiscência da carne, dos olhos e a soberba da vida.[1Jo 2:16]

Satanás tentou Jesus a tomar posse da glória que lhe era devida, sem sofrimento.

Muitas vezes somos tentados a tomar atalhos nesta vida para obtermos uma vida vitoriosa sem sofrimento, isto tanto é verdade que alguns Cristãos, quem sabe eu e você leitor, podemos murmurar ao passar por lutas, ou seja, talvez queremos grandes vitórias, (glória) sem passarmos pela dor do sofrimento. Outras vezes somos tentados assim como nosso Senhor Jesus foi, a transformar pedras em pães, ou seja, deixar de depender do plano de Deus para realizar nossos próprios planos com nosso próprio poder.

Em relação a Deus.

A principal tática de Satanás para atingir a Deus, é com certeza, é oferecer um reino e plano falso, que contesta todos os princípios de Deus. Isso pode ser confirmado na sua tentativa de convencer Eva de que ela seria igual a Deus, ou seja, conhecendo o bem e o mal. [Gn 3:5]

Em relação ás Nações

Sua atuação implica em enganar as nações levando-as a crer que podem ser governadas sem o poder de Deus.

Usa governos humanos para impedir a propagação do evangelho [1 Ts 2:18] e [Dn 10:13,20]

Em relação aos Ímpios

Satanás cegou-lhes o entendimento para não crerem no evangelho [2Co 4:4]. A prova disso está em fazer com que as pessoas acreditem que existem vários caminhos para o céu, e que cada um tem o seu deus, e que ambos o levarão ao "paraíso".

Em relação aos Cristãos

Constantemente Satanás tenta os cristãos com o único objetivo de nos fazer pecar, e nos afastarmos de Deus. Deus pode permitir que Satanás nos tente com para nos mostrar algo que precisamos aprender, ou provar se realmente passamos nos testes propostos por ele a fim de conhecer o que se passa em nossos corações [1Pe 1:6,7], e também aumentar nosso amor à Deus, valorizando mais o que ele nos tem dado, além de produzir perseverança.

Existem algumas áreas da vida do cristão que Satanás procura atingir.

A primeira, é fazer com que nos conformemos com as pressões da sociedade, ou seja, aqui prevalece a lei do mais forte, sendo assim o que a maioria está fazendo torna-se normal e comum a todos, e este fato infelizmente é encontrado dentro da igreja. Atitudes e comportamentos errados dentro da igreja estão sendo tomados como comum, e aceitado pela igreja, daí um dos motivos de não haver tantas curas milagres e libertações nos cultos atuais, a igreja está sob o grande risco de estar conformada com teorias e filosofias mundanas camufladas em meio a palavra de Deus.

A segunda tentativa de Satanás ao tentar o cristão consiste em encobrir seu egoísmo. Veja a exemplo o caso de Ananias e Safira [At 5.1-11]

A terceira e com certeza a mais "descarada" e perigosa de (por mim considerada), e porque não dizer a mais fácil de se cometer e aceitar como comum, é a tão falada imoralidade sexual. [1 Co 7:5].

Certo dia um irmão participando de uma entrevista de emprego em que a entrevistadora perguntou-lhe os seus planos para o futuro. Ele respondeu algo óbvio mas que de fato era verdade, além de outras coisas, casar-se e ter filhos, e assim constituir um família. Ela, literalmente ironizou, e disse: - O mundo do jeito que está, você ainda pensa em constituir família?

Não preciso dizer mais nada sobre o fato de que o mundo em geral, não pensa, e não quer mais constituir família, que foi algo, orientado por Deus. Encontros casuais são o suficiente para satisfazer as necessidades humanas, e ter filhos, é algo que está ficando longe do objetivo de homens e mulheres no mundo todo, tudo isso é resultado da mídia, e da vaidade, onde ambas estão cheias de conceitos errôneos sobre a vida como um todo.

Irmãos, espero que de alguma forma tanto eu quanto você através deste estudo possamos aprender um pouco mais da palavra de Deus, e nos fortificarmos no Senhor.

Fonte: http://www.aprendermaisdedeus.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita deixe seu comentario