ESTUDOS BIBLICOS







Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas



terça-feira, dezembro 13, 2011

O Jardineiro Fiel

Tenho que admitir, jardinagem não é meu dom. Possuo uma pequena jardineira onde moro, na qual ao longo dos anos plantei diferentes tipos de plantas. No início fica até bonito. Mas acaba não crescendo muito e eventualmente morre. Já pensei que era culpa da natureza, da muda que plantei, das pragas que o vento trouxe. Mas, honestamente, não cuido o bastante das plantas para que elas cresçam bonitas e saudáveis. Para você ter uma idéia, teve uma época que eu estava tão frustrada com o insucesso do meu pequeno jardim que decidi colocar um girassol, já plantado num vasinho que comprei. Ele era lindo e grande. Mas cá entre nós, era artificial! Pensei “Como a jardineira está bonita!”. E até soltei uma piada para mim mesma “Não é possível que você morra!” Acredite se quiser, três meses depois tive que jogá-lo fora, pois havia “morrido”mesmo. Perdera todas as folhas!!
Felizmente o jardineiro que cuida de mim é mais fiel! Em 1 Pedro1:23-25 lemos: “Vocês foram regenerados não de semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente. Pois toda a humanidade é como a relva, e toda a sua glória, como a flor da relva; a relva murcha e cai a sua flor, mas a palavra do Senhor permanece para sempre. Essa é a palavra que lhes foi anunciada.”
Nossa vida aqui na terra pode ser comparada à relva, que dura pouco, e nossa glória, ou seja, nossos melhores anos, à flor da planta, de duração ainda mais curta. Mas a palavra que foi plantada em nós é viva e pernamente.
Deus, na Sua infinita graça e poder, nos resgata do pecado, que cega e mata, e nos adota como Seus filhos. Nesta nova vida, que é eterna, vamos nos tornando novas criaturas. Ele nos regenerou (recriou) através de uma semente imperecível, que não morre, mas que agora faz parte da minha essência – a palavra de Deus. E esta semente gera em mim uma vida que pode ser comparada a uma planta, que cresce e dá flores que exalam aroma, e frutos que alimentam outros.
Eu e você somos como plantas no jardim de Deus. Ele cuida, mas nós precisamos cooperar, nos alimentando com a palavra dele, e meditando nela, a fim de que ela se torne a seiva que vai circular na planta inteira e provocar mudanças. Precisamos passar tempo com Ele em oração e adoração, individualmente e em conjunto, recebendo a luz, não do sol, mas da sua glória, para que ela também faça parte de nós.
Aquela planta artificial no meu jardim que "morreu"? Não foi vítima da minha negligência, mas do pássaro de estimação da nossa família, que por vezes passeava na jardineira. Certo dia o flagrei arrancando as folhas da planta! Por mais que nós tenhamos sofrido com os ataques do nosso inimigo, Deus, na sua infinita misericórdia, não nos descarta. Mas, enquanto estivermos vivos, está sempre pronto para nos podar (João 15:2) e reanimar para que possamos voltar a crescer e produzir fruto.
Pelo fato desta semente que Deus coloca em nós ser imperecível, sobrevive a adversidades, tais como doenças, decepções, desemprego, tragédias, e até à própria morte. Certo dia, quando cuidava do meu sofrido “jardim”, verifiquei que uma plantinha estava “ressuscitando”. Ela morrera devido a negligência e adversidades. Na época, eu cortei o que estava seco, mas voltei a aguar o solo no qual estivera, embora não visse mais planta nenhuma. E para surpresa minha, ramos voltaram a brotar e a planta voltou a crescer!
Deve ser por isso que às vezes vemos casos de cristãos que se desviam, se afastam do convívio com a igreja, mas que retornam tempos depois e recuperam a vida em Cristo! Será que é porque a semente que foi plantada neles ficou em estado “latente”, devido a falta de cuidados (espirituais) e ataques de “pragas” (pecado e/ou perseguição)? No entanto, por ser permanente, e devido a melhores condições que às vezes só Deus conhece, aquela semente voltou a brotar e a ter vida, graças a nosso bondoso Deus.
Nós temos a responsabilidade de cooperar com Aquele que nos plantou aqui, mas ao mesmo tempo não devemos ficar ansiosos diante dos desafios que enfrentamos, porque a vida e o crescimento vêm dele, pois ele é o verdadeiro Jardineiro Fiel. A propósito, como vai a sua jardineira?

Texto de: Germana Downing

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita deixe seu comentario