ESTUDOS BIBLICOS







Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas



quarta-feira, junho 06, 2018

Abra o seu coração.


Leia com atenção, pois o que vem a seguir é profundo e ao mesmo tempo revelador:


Hoje eu vou compartilhar com você 3 segredos de uma das coisas mais importantes que existe, ser cheio do Espírito Santo, produzir o fruto do doce Espírito Santo!

O versículo inicial para este estudo está em Pv 28:13, que diz:

“Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.” (NVI)

Este é o 1º conceito de ser cheio do Espírito Santo. Se você vive uma vida de pecado, certamente está atrasando sua vida.

Primeiro porque Deus tem um plano para você e isso envolve a sua vida em todas as áreas: espiritual, pessoal, financeira, familiar, sentimental, social, enfim… TODAS.

Mas isso começa somente quando você chega pra Deus e conta TUDO pra Ele.

Talvez você se pergunte: “Tá, mas Deus sabe de tudo e conhece tudo, então por que eu preciso contar o que Ele já sabe?”

Realmente, você está certo.

Mas para começar ou aumentar o relacionamento o Espírito Santo, é preciso que você abra o seu coração.
Hoje você começa confessando seus erros, amanhã você conta seus projetos e depois agradece pelas suas conquistas. É um círculo de amizade que começa daí.

Quando não estamos acostumados a falar com Deus, a primeira coisa que lembramos é dos nossos erros (pelo menos comigo foi assim).

No começo, nossos pecados são a “coisa do momento”.

Mas depois de receber o perdão do Senhor, começamos a fazer planos e buscamos a vontade de Deus para nossa vida...

E conforme o tempo passa, nosso diálogo com o Pai não é só de pedidos, mas de agradecimentos pelo que conquistamos.

É nesse momento que a amizade e a intimidade com o Espirito Santo começa a ser realidade na sua vida.

Tudo isso é muito lindo, mas é importante lembrar que de acordo com o versículo inicial desta mensagem (lá em cima, Pv 28:13),

é preciso “jogar limpo” com Deus, não esconder nada, confessar e ABANDONAR os nossos erros.
Isso mesmo, lançar fora os pecados de “estimação”.




É um processo difícil, mas que traz um retorno maravilhoso. E se você ainda não acredita, leia o versículo abaixo:

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar de toda injustiça.” (1 Jo 1: 9 – ARA)



Entendeu porque confessar é importante?

Explico: quando pecamos, o nosso coração endurece.
E se não confessarmos pra Deus, nos distanciamos da sua presença, e quanto mais longe do seu amor, mais vazio ficamos.
Confessar alivia a alma e acalma o coração.
Faz um teste aí mesmo. Se possível, abaixe sua cabeça e fale em pensamento com Deus o que você tem feito de errado. Bota pra fora isso que te amargura!

Lembre-se que em Isaías 43:25 está escrito: “Eu, eu mesmo – diz o Senhor – sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro(ARA)".

Não existe pecado maior do que a graça de Deus! E era aí que eu queria chegar...

Isso tem ligação direta com a graça de Deus. Seria arrogância da minha parte falar de pecado e não falar de algo extremamente importante: Reconhecer a Graça de Deus sobre a sua vida!

Pois “…onde aumentou o pecado, transbordou a graça…” (Rm 5:20- NVI).

O pecado da humanidade deu lugar para Deus se mostrar ainda mais gracioso e perdoar os pecados das pessoas, pelo sacrifício de Jesus.

Isto é, esse ato nos reaproximou de Deus e nos dá uma perspectiva de uma vida nova, agora com Deus.
O segundo e grande ensinamento que quero compartilhar com você é: Obedeça a voz do Espírito Santo

Ora, nós somos testemunhas destes fatos, e bem assim o Espírito Santo, que Deus outorgou aos que lhe obedecem. ” (Atos 5:31-32, RA)
Jesus disse que quem O ama, obedece aos Seus mandamentos. Que seríamos conhecidos como Seus discípulos pelo amor que revelássemos uns pelos outros. Mas o que significa esta obediência e o que implica o amor de uns pelos outros?

Toda a lei se resume nos dois mandamentos: amar a Deus sobre todas as coisas e amarmos o próximo como a nós mesmos.
Estes dois mandamentos resumem toda a lei e os profetas e traduz o verdadeiro cristão, aquele que recebeu o Espírito de Deus e que O obedece.

Por isso, ser cristão não é determinado pelo que fala ou crê, mas simplesmente, pelo que faz, pelas obras que revela, por suas ações e pela maneira como lida com os relacionamentos: como age e reage diante das situações.

Já falamos de confessar, abandonar, sobre a graça e obedecer, e agora preciso chegar no final do versículo de Pv. 28:13: encontrar misericórdia.

O profeta Jeremias escreveu: “Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança. Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade! ” (Lm 3:21 a 23 – NVI)

O que lhe dá esperança? O que te motiva quando você acorda todos os dias?

Jeremias estava passando um momento difícil da vida dele. Mas ele pegou as memórias que o haviam desanimado e usou-as como motivação, encorajamento.

Quando você para e pensa no amor de Deus, nasce a esperança no seu coração.

E quando você busca conhecer os planos de Deus para sua vida, é esta esperança que te dá um “gás” e te faz continuar perseverando.

Porque assim o Pai revela na sua Palavra: “Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro." (Jm 29: 11 – NVI).

Creio que esta palavra veio directamente do céu para a sua vida no dia de hoje.
Peça perdão, reconheça a Graça, a Misericórdia, o Amor de Deus sobre a sua vida. Medite, ore, Obedeça a voz do Espírito Santo e coloque em prática o que está escrito na Palavra de Deus.
Tenho certeza que sua vida irá mudar totalmente e ser cheio do Espírito Santo!


Texto de: Tiago Matos (Universidade da Bíblia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita deixe seu comentario